O Papilomavírus Humano ou HPV é um vírus que também pode infetar mulheres mais velhas. É um vírus que se pode transmitir facilmente durante qualquer tipo de contato sexual, genital ou oral. Por isso, poderá ficar infetada, mesmo que não tenha relações sexuais.

Qualquer mulher está em risco e o risco persiste durante toda a vida. O vírus infeta 75 a 80% das mulheres e homens sexualmente ativos, ao longo da vida.

Em Portugal, estima-se que cerca de 20% das mulheres entre os 18 e os 64 anos possam estar infetadas por um ou mais tipos de HPV.

Na maioria dos casos o organismo consegue eliminar o vírus. Porém, em algumas pessoas, o HPV não desaparece e pode causar cancro e outras doenças genitais, em homens e mulheres. E não é possível prever quem vai desenvolver doença associada a este vírus.

O uso de preservativo é importante, protege das infeções sexualmente transmissíveis e de uma gravidez não desejada, mas não assegura uma proteção completa no caso do HPV.

Mas alguns tipos de HPV podem ser prevenidos através da vacinação. A vacinação é eficaz para prevenir novas infeções, mesmo que já tenha estado em contato com o vírus.

A Sociedade Portuguesa de Ginecologia recomenda a vacinação das mulheres até aos 45 anos, de acordo com a indicação do médico.

Fale com o seu médico sobre a prevenção primária do HPV e das doenças por ele causadas.

O HPV não escolhe idades,
a prevenção também não.

Quiz

Questões?
Resposta pelo especialista