Homens e mulheres são transmissores da infeção por HPV. Na maior parte dos casos sem o saberem, porque não têm qualquer sintoma. A transmissão pode ocorrer muito facilmente. Basta o contacto genital (pele a pele ou outro).

O uso do preservativo masculino confere alguma proteção, mas não a 100%, porque não cobre toda a área genital.

Só a vacinação contra o HPV permite uma proteção eficaz contra os tipos de HPV incluídos na vacina.

Existem duas vacinas no mercado. Uma delas é quadrivalente porque protege contra 4 tipos de HPV (6, 11, 16 e 18) e a outra é bivalente porque protege contra os tipos de HPV 16 e 18.

Os tipos de HPV 16 e 18 são responsáveis por 75% dos casos de cancro do colo do útero e estão igualmente associados a outros cancros (vulva, vagina, ânus e outros). Os tipos de HPV 6 e 11 são responsáveis por 90% dos condilomas acuminados genitais, por 25% de outras lesões sem potencial oncológico e por 100% da papilomatose laríngea, que é uma doença rara na criança ou no adulto, mas extremamente grave.

Como prevenir?

Questões?